Diário Secreto de Legolas – 2ª Parte (ADT)

Dia Um: Iupi!

Dia Dois: Eu gosto de correr!

Dia Três: Eu fico lindo quando corro!

Dia Quatro: Eu também fico ótimo parado de pé. Correr por Rohan é um exercício muito bom. Eu posso jurar que meu bumbum está cada vez mais durinho. Será que isso é possível?

 

 

Dia Seis: Gimli está encarando meu bumbum?

Dia Sete: Nem imagino porque ele sempre fica para trás.

Dia Oito: Momento enervante quando esbarramos em Éomer. Cheguei a pensar que ele poderia ser mais bonito do que eu, até que ele tirou o capacete. Afortunadamente ele se parece um ouriço-caixeiro. Ele tentou atacar Gimli mas eu o fiz mudar de idéia. Ninguém tenta nada com meu anão. Ainda sou o mais bonito.

Dia Nove: Pilha fumegante de corpos de Orcs mortos não é muito bonita. Aragorn ficou se exibindo sem parar descrevendo os hobbits que estavam deitados amarrados. Não sei por que ele acha esses joguinhos safados de hobbits tão importantes. Ainda o mais bonito.

Dia Dez: Saco! Floresta Fangorn. Folhagem mofada é terrível para minha aparência. Ainda o mais bonito, mas um pouco pegajoso nas partes não lavadas.

Dia Onze: Esbarramos em Gandalf, que é agora todo branco reluzente. Perguntamos, "� quem você teve que prestar algum favor escuso para conseguir o último frasco de alvejante da Terra-média afinal?" Gandalf disse, "O Balrog ". Um preço muito caro. Entretanto, estou repensando. Alguém está se revelando. Ainda o mais bonito, mas a essa altura do campeonato, por quanto tempo?

Dia Doze: Pedi a Gandalf o número do Balrog. Gandalf disse que eu não poderia ligar para ele. Eu lhe disse para não ser ciumento e possessivo. Ele disse que não era isso, era só porquê ele matou o Balrog semana passada. Nota mental: nunca fazer programa com Gandalf.

Dia Quinze: Chegamos em Edoras. Muito chato. Suspeito que Éowyn possa ser mais bonita do que eu. Muito inesperado, já que sempre pensei que donzelas-guerreiras fossem do tipo mais robusto, em formato de pêra. Não sou mais o mais bonito! Muito aborrecido.

Dia Dezenove: Aragorn bateu de frente com Théoden hoje. Aragorn parecia uma sapatona. Teve um chilique.

Dia Vinte: Chapéu absolutamente horroroso. Muito longe de ser remotamente bonitinho. Considerando idéia de suicídio.

Dia Vinte e sete: Sai de cena Aragorn, perseguido por lobos de Isengard. Lado ruim: estou com um colar feio encalhado. Lado bom: já não tenho que usar o chapéu. Estou bonito novamente!

Dia Vinte e oito: Aragorn de volta. Aparentemente mergulhar de cabeça de um precipício não é tão mortal quanto alguém teria pensado. Disse-lhe que me jogasse no chão e me chamasse de lagartixa, mas ele só deu uma batidinha no meu ombro daquele jeito machão e disse, "É, as vezes fica um pouco ressecada, mas é só usar um pouco de hidratante". Aragorn é um tipo de tarado, realmente.

Dia Vinte e nove: Batalha do Abismo de Helm tão embaraçosa. Se já não fosse ruim o bastante enfrentar o pensamento da morte nas mãos de Orcs fedorentos numa remota província rural, fomos salvos na hora H por Haldir que apareceu com um modelito péssimo. Por outro lado, Éowyn está enfiada numa caverna rançosa. Talvez desenvolva uma dermatose de caverna. Então eu serei o mais bonito para sempre.

Dia Trinta: Batalha terminada. Gandalf sempre atrasado como uma noiva. Esperanças para uma confraternização pós-batalha melou porque Aragorn ficou possesso com o cartão postal de Faramir. É ciúmes do Portador do Anel. Disse-lhe que Sam matará Faramir se ele tenta qualquer coisa, mas Aragorn não se animou. Vá catar coquinho. Recebi um bilhete de Éomer. Verei se o que dizem sobre os homens de Rohan é realmente verdade. Ninguém ainda se lembrou de tirar Éowyn da caverna. Ainda o mais bonito sem dúvida!