Diário do Mosquito #105729394980 do Pântano dos Mosquitos – Vencedor

Dia 1:
Não a nada a se fazer como sempre. Há rumores de que existe gente vindo para cá, mas provavelmente são só rumores.

Depois…

Metade dos meu 7 trilhões de irmãos foi dizimado por um grupo de aves. Escapei por pouco. Odeio elas, mas mamãe disse que são coisas da vida. Mesmo assim vou começar a voar baixo.

 

Dia 2:

Os rumores eram verdadeiros. 5 pessoas apareceram e montaram acampamento aqui perto, vou tentar picar o maior durante a noite já que fui desafiado pelo meu primo de 75° grau.

Dia 4:

Fiquei enroscado na malha do maior quando ele tentou me esmagar. Céus! Aquela mão era imensa! Assim que conseguir sair daqui vou tentar chupar algo.

Dia 5:

Meu Deus! Eles avançam muito rápidos e acabaram me tirando do pântano. Estou com medo. Quero a minha mãe. Hummmm… o pescoço de um dos tais hobbits é tentador, mas tenho que me segurar até a noite.

Dia 7:

Atacados por seres escuros e com capas! Tentei fugir, mas não via nada além de quem eu acompanho, então fiquei por aqui mesmo. Estou começando a aprender os nomes deles e o do maior é Passa-alguma-coisa. Foi ele quem derrotou aquelas criaturas, ele é demais.

Dia 8:

Quase me perco do grupo, consegui ficar com eles graças ao pônei que carregam junto e que eu consegui alcançar a tempo. Descobri que não estou sozinho, mas a população mosquitesca está diminuído consideravelmente graças ao rabo desse animal desprezível. Prefiro o ombro do Passalarva (seja o que lá esse nome signifique).

Parece que um dos menores foi atingido por alguém. Aproveitei que estava por perto e entrei em um bolso. Quase fui esmagado. Deus eles estava com pressa!

Dia 10:

Chegamos a um belo lugar. Cheio de elfos creio eu. O baixinho ainda não acordou. Me esbanjo do sangue dele toda noite, apesar de um pouco amargo.

Dia 11:

Ao que parece eu bebi do sangue de um elfo. Nunca tinha experimentado nada igual. Acho que estou viciado.

Dia 13:

Não consigo mais parar de beber sangue de elfos. Estou começando a ficar preocupado, quase fui morto duas vezes ontem por uma elfa de cabelos escuros que quase me pegaram quando ela se despia para um tal de Boromir. Antes de começarem a fazer umas coisas estranhas ele disse algo sobre Arag… (geez esse nome é impronunciável) bom, eu acho que ele é corno agora.

Dia 14:

O vicio é evidente. Um dos maiorais está convocando uma reunião ou algo do tipo. Enquanto ele estiver ocupado com isso vou tentar chupar ele.