Diário de Saruman

DIA UM

Estou chateado. Sem tv à cabo em Isengard. Nada para fazer a não ser escrever cartas anônimas grosseiras para Radagast, o Marrom e Manfred, o Ligeiramente Bege.

Talvez vá dar uma olhada no palantir.

 
DIA DOIS

Conheci um sujeito muito agradável via palantir. Ele parece realmente gostar de mim pelo que sou e não só porque sou o mais poderoso mago da Terra-média. Imagino qual será a aparência dele…

DIA TRÊS

Estou ficando desencantado com sujeito do palantir. Recusa-se a me enviar fotografia, exceto a de um globo ocular muito grande. Diz ele que é tímido mas eu acho mesmo é que ele é gordo, ou talvez cabeludo. Tenho ouvido algumas histórias muito ruins sobre relações por palantir. Provavelmente deve esfriar depois de algum tempo.

DIA NOVE
Típico. Gandalf há pouco apareceu aqui e ele sabe que eu odeio visita surpresa. Queria tagarelar sem parar sobre o anel que ele deu ao novo namorado dele, aquele velho pervertido tarado por hobbit. Vergonha para a Ordem. Só quer se exibir e me lembrar que ele arrumou um hobbit, e eu só um globo ocular. Bem, Saruman o Branco não leva desaforo para casa. Mostrei-lhe meus golpes da Federação de Luta Livre dos Magos. Ele beijou a lona. Eu sou o bom.

 
DIA TREZE Estou cansado de subir e descer oito milhões de degraus só para curtir com a cara do Gandalf. Deveria tê-lo encarcerado no calabouço de fácil acesso onde poderia perturbá-lo mais efetivamente, e não teria que esperar até depois do café da manhã.

DIA QUINZE
Estava no meio de um insulto realmente bom e Gandalf escapou. Ah bem, me poupará das subidas de escadas diárias.

DIA VINTE E DOIS
Não saiba que fazer um exército de demônios para Sauron seria uma bagunça tão grande. Maldita hora em que decidi ser Saruman o Branco. Deveria ter decidido ser Saruman o Marrom Barrento, ou Saruman o Meio Esverdeado. Branco sempre suja logo de lama.
 
DIA VINTE E QUATRO Se continua assistindo ao palantir será ainda vejo Gandalf fazer o truque do chapéu pontudo?

DIA VINTE E CINCO
A salamandra cabeluda definitivamente é um anão. Peguei-o brincando de esconder-o-capacete com um dos hobbits. O outro humano parece ser Boromir de Gondor. Será que eu sou único que a muito tempo quer cavalgar para Minas Tirith e falar para o Governador que "Gondor" soa como "gônada" e que eles deveriam achar nomes menos bobos? Talvez seja implicância minha.
 
DIA VINTE E OITO Uruk-hais quase prontos para partir. Assistindo a Sociedade um pouco hoje. Boromir convenceu o hobbit menor a "Soprar a Corneta de Gondor ". Não ri tanto desde que armei um encontro do Balrog com Gandalf durante Segunda Era e Gandalf deixou o Balrog na mão com a conta do restaurante. Palantir é o máximo. Melhor que tv à cabo.