Scatha – o Verme

Fram mata Scatha
Descendente dos grandes dragões de outrora, o Dragão das Montanhas Cinzentas, conhecido como Scatha – O Verme, residia ao norte da Floresta das Trevas, no Ermo da Terra Média. Região onde se vingou e devastou, acumulando um grande tesouro, de diversas riquezas.

 

 

Por volta do fim do século 20, início do século 21 da Terceira Era, Scatha teve sua curta vida conhecida encerrada por Fram dos Éothéod – os antepassados dos Rohirrim. Após a morte de Scatha a terra teve paz, livre de Dragões por muitos anos.

Fram era filho de Frumgar (antecessor de Eorl, o Jovem), líder dos Éothéod.

Em 1977 da Terceira Era foi levado, junto com seu povo, por seu pai para o norte junto às nascentes do Anduin depois que o Rei-Bruxo foi derrotado.

Fram tomou o tesouro de Scatha, mas seu espólio foi reclamado e disputado pelos Anões. Fram então lhes enviou um colar feito com os dentes de Scatha, dizendo: "Jóias como esta vocês jamais encontrarão em seus tesouros, pois elas são muito difíceis de se obter." Os Anões se sentiram demasiadamente insultados por Fram e então o mataram.

Quando Eorl conduziu o seu povo para se instalar em Rohan, ele trouxe consigo um chifre de prata do tesouro de Scatha, que anos mais tarde foi dado a Merry Brandybuck por Éowyn em reconhecimento do seu serviço a Rohan durante a Guerra do Anel.

Nomes & Etimologia:
Scatha é o nome do Antigo Inglês significando "ladrão, vândalo, inimigo".

Fontes:
Apêndice A de O Senhor dos Anéis: "A Casa de Eorl", p. 345-36

Thain’s Book