Valinor, a Abençoada

Todo pedaço de terra da Terra-Média é abençoado. Mas bênção maior, ou luz suprema tão singular em si só encontra-se em Valinor. Pois esta mesma terra foi a morada das moradas; e todos os seres em que Valinor moram possuem uma beleza única; somente os mais perspicazes olhos podem interagir à visão iluminada desta terra.
 
Em Valinor os grandes viveram; foi onde toda a verdadeira história começou. E todo primórdio nunca é privado de esplendor, e em Valinor o esplendor certamente é abundante, como, ser em meio à montanhas, bosques, plantas, árvores, turfas, animais, nuvens e estrelas, estivessem sendo lançadas as sementes de um futuro incerto; pois no tempo Valinor baseava-se; e todos os seres jubilavam-se no crepúsculo deste dia à espera da alvorada do próximo, e então seus corpos enchiam-se de vigor, e suas almas eram renovadas com o brilho das estrelas e a luz sublime que as duas e demais árvores derramavam sobre eles; e todos os grupos (noldor, Valar, Maiar, vanyar) são na verdade um só espírito e um só sangue, pois todos nutriam a esperança reconfortante de uma vida serena, alguns trabalhando, outros ocupados com suas músicas, seus bosques e plantas, sempre sob o julgamento de Ilúvatar ou na fé de Manwë, pois todo povo ama e teme à seus senhores, e todo senhor ama e teme à seu povo.

No entanto, mesmo Valinor não esta totalmente livre das trevas, das sombras e do mal. Por mais intenso que seja o brilho da estrela, tão contrário e forte e mórbido é a adversidade ou a antiluz da sombra, tão penetrante em sua maneira que tem o luxo de caracterizar-se pelo nome de Melkor. Em Valinor os elfos aqueceram seus corações, e em Valinor a vida nasce naturalmente; toda raça e todo povo encontra em nesta terra a força e vivacidade da beleza, do esplendor, em sua forma mais pura e sincera.

Afinal, Valinor não é tão somente um pedaço da Terra-Média, com suas montanhas (fortalezas) ou plantas e árvores, águas e rios, mas é a representação dos anseios dos elfos e Valar, homens e anões, ou até mesmo dos anseios imperfeitos inóspitos e góticos dos orcs, e é também a representação que qualquer destas raças queriam imaginar, pois Valinor pode ser totalmente alcançada em profundos sonhos.