valinor

Salgueiro Homem

No auge da floresta velha,
Alguma coisa havia acontecido.
Salgueiro-Homem, ou Bela Neneca,
Segundo Tom Bombadil, velho amigo.
 
Altos pequeninos,
Agora errantes,
Presos nos vinhos,
Da árvore gigante.

Frodo, líder bravo,
Tentava combater sozinho.
Mas dava tudo errado
Até que chegou Tom amiguinho.

Ameaçando ferir o garoto,
O Salgueiro golpeava e relutava.
Mas ficava cada vez menos maroto,
A cada verso que Tom cantava.

Depois de tudo que aconteceu,
Só faltava sair de lá.
O Salgueiro-Homem teve o que mereceu,
E o velho Bombadil convidou os Hobbits para um chá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>