Angband

Utumno foi a primeira cidade chefe do reino subterrâneo do satânico Valar Melkor, mas nas Eras da Escuridão que se seguiram após a destruição das Lâmpadas dos Valar, Melkor construiu uma fortaleza subterrânea maior ainda ao norte de Beleriand chamada Angband, a “Prisão de Ferro”.
 
 
No final da Primeira Era das Estrelas, Utumno foi destruída e Melkor acorrentado, mas embora suas principais defesas houvessem sido destruídas, as covas e calabouços de Angband não foram destruídos durante a Guerra dos Poderes. Durante quatro Eras do Brilho das Estrelas, enquanto Melkor era cativo, seus exércitos e espíritos malignos, conduzidos por Sauron, seu capitão, se esconderam nas profundezas de Angband. Então, quando Melkor se ergueu novamente, ele destruiu as Árvores dos Valar e roubou as Silmarils, fugiu mais uma vez para Angband. Chamando a si todos os seus demônios, reconstruiu Angband, maior e mais forte do que antes. Acima de Angband ele ergueu uma montanha vulcânica de três picos chamada Thangorodrim como um enorme baluarte. Em Angband, através da Primeira Era do Sol e da Guerra das Jóias, Melkor governou e criou seus demônios e tais monstros como seus poderosos Dragões. Atacada muitas vezes, Angband ainda não havia sido tomada até a Guerra da Ira e a Grande Batalha. Foi necessário todo o poder das hordas dos Valar, Maiar e Eldar para destruir suas defesas, esmagar seus demônios e expulsar Melkor para o Vazio. Tão grande fora a batalha que, não somente Angband foi destruída, mas todas as terras de Beleriand fora engolida pelo mar.