Exposição traz originais de 'O Senhor dos Anéis' e 'O Hobbit'

Bodleian Library em Oxford
Uma impressionante coleção de livros e artefatos está exposto ao público pela primeira vez desde que foi feita uma doação de 5 milhões de libras para a famosa Bodleian Library na Universidade de Oxford.

 

 
Manuscritos originais que vão desde O Senhor dos Anéis (The Lord of the Rings) e O Hobbit (The Hobbit), de J.R.R. Tolkien, até Frankenstein, de Mary Shelley, estão entre um grande número de tesouros nacionais a serem exibidos em um salão de exposições.

A doação foi feita por Julian Blackwell, presidente da cadeia de livrarias universitárias Blackwell, que é a maior já feita para uma biblioteca de uma universidade no Reino Unido.

A reconstrução, chamada de a "Nova Biblioteca Bodleiana" restaurará coleções de mais de 400 anos de valor incalculável, que até agora estavam disponíveis apenas para um número limitado de especialistas acadêmicos, para expor definitivamente ao público.

Estão incluídos incunábulos (os primeiros livros impressos), mapas, manuscritos e artefatos de todo o mundo que tinha sido armazenada na Universidade desde a sua fundação, há quase 800 anos.

Entre os expostos, estará o primeiro livro completo escrito em inglês, "Gregory the Great’s Pastoral Care", uma das oito únicas Bíblias de Gutenberg, quatro dos originais da Magna Carta escrita no século XIII, e manuscritos originais de muitos clássicos populares.

E entre os objetos, podemos encontrar a cadeira de Sir Francis Drake, fabricada a partir das vigas de seu barco, o "Golden Hind" e o relógio de bolso Shelley.

O salão de exposição será chamado de "Salão Blackwell", em comemoração a doação.

Julian Blackwell disse: "A [Biblioteca] Bodleiana é única. Não só possui a maior e mais importante coleção do mundo universitário, mas que leva ao desenvolvimento de serviços mais inovadores que são tão vitais para a pesquisa acadêmica.

A doação será anunciada oficialmente durante o almoço do Fundador da Bodleiana, amanhã 8 de março, um evento anual que homenageia a memória do fundador da biblioteca, Sir Thomas Bodley, e seu legado filantrópica.

 
Fonte: Elfenomeno