Carroceiros

rhovanion.jpg
Os Carroceiros eram uma confederação de Easterlings descendentes de Gondor e seus aliados, formada cerca de dois séculos depois da época da Grande Peste, e se mantiveram como uma ameaça para o Reino do Sul reinou por quase cem anos.
 
 
Os Carroceiros, que tomaram o nome dos vagões e carroças em que iam à
guerra, rapidamente controlaram Rhovanion e logo encontraram Gondor em
batalha. Narmacil II foi morto na batalha, e por um tempo todas as
posses de Gondor e o leste do Anduin foram perdidos. Narmacil, o filho
de Calimehtar, ganhou uma fôlego extra quando derrotou os Carroceiros
na planície de Dagorlad.
 
Após essa derrota, os Carroceiros planejaram a vingança.
Aliaram-se com os Homens de Harad e Khand e realizam um ataque
simultâneo em Gondor ao norte e ao sul, e o Reino do Sul chegou perto
da destruição. O Rei Ondoher foi morto na Batalha do Norte, mas seu
general Eärnil derrotou os invasores do sul. Os vitoriosos Carroceiros,
exército no norte, celebraram sua vitória sobre Ondoher, de repente se
viu cercado por Eärnil. Num encontro que ficou conhecida como a Batalha
do Campo, os Carroceiros foram derrotados, e aqueles que sobreviveram,
fugiram de volta para os seus domínios orientais.

Foi mais tarde visto que as invasões dos Carroceiros, como tantos de
perigosos ataques em Gondor, foram manipuladas pelos emissários de
Sauron. Embora Gondor tivesse o controle, as terras a leste do Anduin
tinham sido perdidas e as fronteiras de Mordor tinham sido abertas, e
durante este tempo os Nazgûl haviam conseguido re-entrar na terra do seu mestre.