Peter Jackson não vai dirigir O Hobbit

Enfim, está confirmado: Peter Jackson não vai dirigir O Hobbit. O cineasta enviou um comunicado ao site TheOneRing.net explicando que a New Line desistiu de trabalhar com ele e sua equipe. A decisão do estúdio se deve a um processo que Jackson e sua WingNut Films moveram contra a New Line em razão da distribuição dos lucros de O Senhor dos Anéis: A Sociedade do Anel. Quando surgiu a chance de Jackson voltar ao universo de Tolkien, com a MGM anunciando seus planos de fazer dois filmes, o diretor informou à New Line que só aceitaria fazer parte do projeto se o processo fosse resolvido antes.
 

Segundo Jackson, Mark Ordesky (executivo e produtor da New Line) ligou para Ken Kamins (diretor da WingNut) na semana passada e comunicou que a New Line não quer mais trabalhar com Jackson, e que outro diretor está sendo procurado. "Ordesky disse que a New Line possui um prazo limitado para utilizar os direitos de O Hobbit que eles adquiriram de Saul Zaentz (isto nunca nos foi transmitido antes), e porque nós não vamos discutir os filmes até que o processo esteja resolvido, o estúdio vai contratar outro diretor", disse. Zaentz é o produtor da versão animada de O Senhor dos Anéis, de 1978.

Jackson acrescentou que o co-presidente da New Line, Michael Lynne, chegou a oferecer a resolução do processo em troca da garantia de Jackson na direção de O Hobbit, pois "é assim que as coisas são feitas". Ele teria afirmado que Jackson faria muito mais dinheiro aceitando esse acordo.
"Em nossas mentes, esta não é a razão certa para se fazer um filme, e se um filme de O Hobbit seguisse adiante nessa base, ele estaria condenado. Decidir fazer um filme deve vir do coração – não se trata de uma questão de conveniência comercial. Quando você aceita fazer um filme, você está assumindo um forte compromisso e você precisa ser guiado por uma paixão absoluta para querer levar a história para a tela. É esta paixão, e somente ela, que dá ao filme sua imaginação e coração. Para nós, não se trata de uma decisão comercial feita a sangue frio," declarou Jackson.

O diretor ainda disse que o segundo filme que a MGM e a New Line querem fazer é uma espécie de prequel para O Senhor dos Anéis, mostrando os eventos que aconteceram entre O Hobbit e A Sociedade do Anel.

Fonte: Cinema em Cena.


Comentar esta Notícia

Comentários