BLIND – Thorn

 

A discografia completa em Inglês está disponível AQUI.

 

ESPINHO

Um cisne negro
Nasceu nessa noite
A poça enevoada
Trouxe um novo rei
Trouxe um novo rei
Então o que podemos fazer com nossas vidas?

Quando tudo começa
Isto é difícil e isso é cruel

Qual o encanto de morrer na dor?
A luz jamais nascerá de novo?

Oh! Eu fui apanhado nas trevas
Ainda estou fora do alcance das estrelas
Estou me movendo no silêncio
Eu deixo tudo isso bem longe, para trás

Refrão:
Oh! Ao amanhecer
Eu enfrentarei a ponta dos espinhos
Oh! Ao amanhecer
Eu rezarei na ponta dos espinhos
Oh! Ao amanhecer
Eu enfrentarei a ponta dos espinhos

Vamos marchar
Para os campos do sacrifício
Estou me perguntando por que?
Eu irei em frente
Eu trairei eu mesmo para renascer?

No silêncio é hora de explicar
E procurar pelas mentiras na verdade
Mentiras úteis
Amor desnecessário maldito

O que podemos fazer com nossas vidas
Quando tudo começa

Venha me seguir
E você verá
Como isso será
Quando toda a dor se foi

Refrão

Vamos marchar
Ainda que não haja esperança ao nosso lado
Vamos ser bravos
Ainda que pela glória nós tenhamos sido negados
Mas você não acha que é a nossa hora
Para sermos levados para um fim
Venha cantar a música da morte
A sabedoria em nós dois
Farão disso uma garantia?
Venha cantar a música da morte

Estou perdido na profundezas dos seus olhos
E não posso fugir
Dor interior causa insanidade
Isto é profundo por dentro
O medo e a fome
Escravizado e negado
Pelo meu amor e meus inimigos
Eu sou o filho adquirido desonestamente

Refrão