RUSH – The Necromancer

 

I. INTO THE DARKNESS
As grey traces of dawn tinge the eastern sky, the three travelers, men of Willowdale, emerge from the forest shadow. Fording the River Dawn, they turn south, journeying into the dark and forbidding lands of the Necromancer. Even now the intensity of his dread power can be felt, weakening the body and saddening the heart. Ultimately they will become empty, mindless spectres; stripped of will and soul, only their thirst for freedom gives them hunger for vengeance…

Silence shrouds the forest
As the birds announce the dawn
Three travellers ford the river
And southward journey on
The road is lined with peril
The air is charged with fear
The shadow of his nearness
Weighs like iron tears

II. UNDER THE SHADOW
Shreds of black cloud loom in overcast skies. The Necromancer keeps watch with his magic prism eyes. He views all his lands and is already aware of the three helpless invaders trapped in his lair…

Brooding in the tower
Watching oer his land
Holding evry creature
Helplessly they stand
Gaze into his prisms
Knowing they are near
Lead them to the dungeons
Spectres numb with fear
They bow defeated

III. RETURN OF THE PRINCE
Enter the Champion. Prince By-Tor appears to battle for freedom from chains of long years. The spell has been broken; the Dark Lands are bright. The Wraith of the Necromancer soars away in the night.

Stealthily attacking
By-Tor slays his foe
The men are free to run now
From labyrinths below
The Wraith of Necromancer
Shadows through the sky
Another land to darken
With evil prism eye.

————————–

1. ESCURIDÃO ADENTRO
Quando traços cinzentos da aurora tingem o céu oriental, os três viajantes, homens do Vale do Salgueiro, emergem da sombra da floresta. Vadeando o Rio Aurora, eles viram para o sul, viajando para as terras sombrias e repugnantes do Necromante. Mesmo agora a intensidade de seu poder aterrorizante pode ser sentida, enfraquecendo o corpo e entristecendo o coração. Por fim eles se tornarão espectros vazios e sem mente; privados de vontade e alma, apenas sua sede por liberdade lhes dá a fome de vingança…

O silêncio envolve a floresta
Quando os pássaros anunciam a aurora
Três viajantes vadeam o rio
E para o sul dirigem-se
A estrada é marcada por perigo
O ar é carregado de medo
A sombra de sua proximidade
Pesa como lágrimas de ferro

II. SOB A SOMBRA
Pedaços de nuvens negras assomam nos céus encobertos. O Necromante mantém vigia com seus olhos mágicos prismáticos. Ele enxerga todas suas terras e já está ciente dos três invasores indefesos aprisionados em seu lar…

Planejando na torre
Vigiando sua terra
Prendendo toda criatura
Indefesos eles encontram-se
Olha em seus prismas
Sabendo que eles estão próximos
Leva-os às masmorras
Espectros atordoados de medo
Eles curvam-se derrotados

III. RETORNO DO PRÍNCIPE
Surge o Campeão. O Príncipe By-Tor aparece para batalhar pela liberdade de longos anos de acorrentamento. O feitiço foi quebrado; as Terras Escuras estão claras. O Espectro do Necromante voa para longe na noite.

Furtivamente atacando
By-Tor mata seu inimigo
Os homens agora são livres para fugirem
Dos labirintos abaixo
O Espectro do Necromante
Estende sua sombra pelo céu
Uma outra terra para escurecer
Com maligno olho prismático.

Comentários