Você sabia que antes da história começar em A Sociedade do Anel…

Embora os filmes de Peter Jackson sejam representações maravilhosas
do Senhor dos Anéis, os cineastas tiveram que comprimir a história em
muitas maneiras e realizar alterações apropriadas para uma audiência de
cinema. Por causa deste processo, grande parte da informação de fundo e
do desenvolvimento de personagens tiveram que ser deixados fora dos
filmes. As pessoas que somente viram os filmes podem ser surpreendidas
e entusiasmadas ao saber que os livros contêm muito mais informações,
detalhes e histórias sobre seus personagens favoritos. Os seguintes
documentos incluem curiosidades e teasers relacionados à linha da
história e aos personagens que não são encontrados nos filmes da New
Line Cinema do Senhor dos Anéis. É a esperança da Skies of Rohan, que
ao aprender mais detalhes da história, os freqüentadores de cinema
serão instigados a ler os livros que são a fonte dos filmes e descobrir
mais ainda a mágica da Terra-Média.
 
 
 
Você sabia que antes da história começar em A Sociedade do Anel

  • Os
    Anéis de Poder foram feitos há muito tempo por ferreiros Élficos, que
    foram ajudados em sua tarefa por Sauron de Mordor, que nessa época
    ainda era confiado pelos Elfos. Juntos, os ferreiros e Sauron fizeram
    os Nove Anéis para Homens Mortais, os Sete Anéis dos Anões e outros
    poucos Anéis de Poder. Sauron aprendeu bastante em seu auxílio sobre
    como criar os Anéis para secretamente criar o Um Anel, e fazendo com
    que este fosse o Anel Mestre sobre todos os outros. A natureza maléfica
    de Sauron foi revelada no momento em que ele usou o Um Anel pela
    primeira vez.
  • Depois que o Um Anel foi descoberto, o
    chefe dos ferreiros Élficos fez os três Anéis dos Reis Élficos. Os
    Elfos tiveram grande cuidado para manter seus anéis escondidos de
    Sauron e deu-os aos seus Elfos mais poderosos para mantê-los. Sauron
    não tocou em nenhum dos Três Anéis Élficos nem mesmo os viu.
  • O maior Anel Élfico era Vilya,
    o Anel do Ar, possuído pelo Alto Rei Gil-galad. Quando Gil-galad foi
    ferido mortalmente na batalha contra Sauron, deu o Anel do Ar a Elrond
    de Valfenda.
  • O segundo Anel Élfico de Poder, Narya,
    foi mantido por Círdan, o Guardião dos Portos Cinzentos. No começo da
    Guerra do Anel, Círdan deu o Anel do Fogo ao mago Gandalf, sabendo que
    Gandalf necessitaria dele em seus trabalhos de encontro ao mal de
    Sauron.
  • Embora Círdan e Gandalf mantivessem o local de Narya
    em segredo, o mago Saruman tornou-se, conseqüentemente, ciente que
    Gandalf havia sido confiado como guardião do Anel. Saruman invejou
    amargamente o fato de que o Anel tinha sido dado a Gandalf, e não a ele
    mesmo.
  • Galadriel de Lothlórien possuía o terceiro Anel Élfico, Nenya, o anel das águas.
  • Dos sete Anéis dados aos Anões, três foram recuperados por Sauron. Os outros anéis foram tomados e consumidos por dragões.
  • Quanto
    aos nove anéis para homens mortais, Sauron os deu a soberanos dos
    homens nas grandes terras na Terra-Média, dizendo-lhes que os anéis
    lhes concederiam poder e imortalidade. Os nove soberanos eram incapazes
    de abandonar seus anéis, mesmo quando perceberam que Sauron os tinha
    enganado. Incapazes de morrer, transformaram-se em Espectros do Anel, e
    estavam totalmente sob o domínio do Um Anel e tornaram-se os mais
    terríveis servidores de Sauron.
  • Elendil foi o primeiro
    Alto Rei dos reinos de Arnor e Gondor. Foi Elendil que formou a Última
    Aliança dos Homens com o Rei Élfico Gil-Galad na guerra contra Sauron.
  • Narsil,
    a Espada que foi Quebrada, era a espada de Elendil que quebrou debaixo
    dele quando caiu no combate com Sauron. O filho de Elendil, Isildur,
    pegou os restos quebrados de Narsil e cortou o Anel da mão de Sauron. Os fragmentos de Narsil
    eram estimados por todos os herdeiros de Elendil, mesmo quando todos as
    outras heranças foram perdidas. A Espada que foi Quebrada se tornou uma
    lenda e era um símbolo da luta contra Sauron.
  • Todos os
    Elfos que residiam na Terra-Média possuíam a escolha de pegar um navio
    nos Portos Cinzentos e passar através do oceano para a Terra-Élfica no
    Oeste e deixar a Terra-Média para trás para sempre. A maioria dos elfos
    tinha feito isso, no começo da Grande Guerra do Anel. Somente algumas
    comunidades de Elfos ainda permaneceram em Valfenda, Lothlórien,
    Mirkwood e nos Portos Cinzentos.
  • Elrond era casado com
    Celebrían, filha de Galadriel e Celeborn. Elrond e Celebrían tiveram
    dois filhos, Elladan e Elrohir, e uma filha, Arwen Estrela Vespertina.
  • Viajando
    a Lórien para visitar seus parentes um ano, Celebrían e sua escolta
    foram atacados por Orcs e ela foi capturada. Embora fosse salva por
    seus filhos, Celebrían tinha sido extremamente ferida durante seu
    cativeiro. Elrond podia curá-la, mas ela não encontrou mais alegria na
    Terra-Média e pegou um navio nos Portos Cinzentos muitos anos antes da Sociedade do Anel.
  • Elendil
    fundou os Reinos Dúnedain de Arnor no Norte e Gondor no Sul. A linhagem
    Meio-élfica dos Dúnedain os separava de outros homens, dando a eles
    força de caráter e poderes próximos aos Élficos, além de uma
    expectativa de vida mais longa do que outras raças de Homens.
  • Após
    a queda do Reino do Norte de Arnor, os Dúnedain trabalharam em segredo
    como os Guardiões Viajantes do Norte. Apesar de seus números terem sido
    grandemente reduzidos ao longo dos anos, os Guardiões sentiam que era
    sua tarefa continuar a guardar as Terras do Norte de Orcs e outros
    servidores do Senhor do Escuro, independentemente do custo a si mesmos.
  • Aragorn
    tinha somente dois anos quando seu pai foi morto por Orcs. Seu avô
    havia sido morto por Trolls no ano antes do nascimento de Aragorn. Após
    a morte do seu pai, Aragorn foi levado para morar com sua mãe em
    Valfenda, onde estaria protegido pelos Elfos. Elrond tomou o lugar de
    seu pai e passou a amá-lo como um filho. Embora o Senhor do Escuro
    achasse que havia matado todos os herdeiros ao trono, os servidores de
    Sauron nunca pararam de procurar por um herdeiro vivo de Isildur.
  • Para
    manter Aragorn em segurança, sua verdadeira identidade foi mantida
    escondida de todos em Valfenda. Elrond deu-lhe o nome Estel, que
    significava esperança.
  • O Hobbit relata a história de
    Bilbo Bolseiro do Condado, que é levado a uma aventura improvável para
    ser um assaltante para uma companhia de anões e acaba encontrando
    aventura, tesouro, amigos e um pequeno anel mágico.
  • Thorin Escudo de Carvalho, o Rei dos Anões sob a Montanha Solitária,
    encontra-se com Gandalf por acaso na cidade fronteiriça de Bri. Thorin
    conta a Gandalf sobre seus planos para conduzir um grupo de anões em
    uma expedição à Montanha Solitária. A vingança é planejada contra o
    grande dragão Smaug, que havia matado muitos quando tirou os anões de
    sua terra e roubou seus tesouros.
  • Smaug era o último
    dragão vivo na Terra-Média. Gandalf apoiou fortemente a busca de Thorin
    na esperança que Smaug seria destruído. Gandalf também tomou medidas
    extraordinárias para ter certeza que um hobbit de meia idade, com o
    nome de Bilbo Bolseiro, se tornasse parte da companhia.
  • É
    Thorin Escudo de Carvalho, que expressa primeiramente as palavras
    imortais ‘Que os pêlos em seus dedos do pé nunca caiam’, quando se
    encontra com Bilbo pela primeira vez.
  • Bilbo era um
    Hobbit muito respeitável e próspero que era extremamente aficionado por
    conforto e refeições freqüentes. Bilbo viveu sozinho em um bela casa
    (ou toca) chamada Bolsão, que foi construída em uma coluna na
    Vila dos Hobbits. Gandalf foi capaz de persuadir Bilbo para acompanhar
    os anões através de uma combinação de truques e apelos ao senso de
    aventura escondido de Bilbo.
  • O grupo de anões e Bilbo
    começou sua aventura com um encontro quase desastroso com Trolls.
    Depois que os Trolls foram derrotados, Bilbo encontrou uma pequena
    espada élfica nas coisas dos Trolls. A espada brilharia intensamente
    sempre que Orcs estivessem próximos. Bilbo nomeou-a ‘Ferroada‘.
  • Gandalf
    conduz aos anões e Bilbo a Valfenda, onde Bilbo se encontra com Elrond
    pela primeira vez. É plenamente possível que Bilbo pode também ter se
    encontrado com o jovem Estel (Aragorn) nesta época. Aragorn seria então um menino jovem, com aproximadamente dez anos, naquela época.
  • Bilbo
    se separa dos anões em uma caverna durante um encontro com o Orcs nas
    Montanhas Sombrias. Enquanto está vagueando através de um dos túneis
    escuros encontra e pega um pequeno anel de ouro. Por acaso, Bilbo
    descobre que o anel é mágico e o tornará invisível se colocá-lo.
  • Enquanto
    ainda estava perdido nos túneis, Bilbo encontra uma criatura estranha
    chamada Gollum. Gollum perdeu algo precioso e suspeita de Bilbo, mas
    teme a espada Ferroada. Gollum desafia Bilbo para um jogo de adivinhas.
    Embora Bilbo ganhe o jogo de adivinhas, ele somente pode escapar de
    Gollum colocando o anel e tornando-se invisível.
  • Bilbo
    e os anões encontram também os elfos da Floresta das Trevas. O Rei
    Thranduil era extremamente desconfiado dos anões e de suas atividades.
  • Ao
    atacar os Homens de Valle, o dragão Smaug foi finalmente morto por um
    arqueiro. Com a morte de Smaug, um dos maiores medos de Gandalf (que
    Sauron encontraria uma maneira de usar Smaug na grande guerra que
    estava por vir) foi acalmado.
  • Como parte de sua
    recompensa por ajudar os anões a derrotar o dragão, Thorin Escudo de
    Carvalho deu a Bilbo uma cota de malha feito do metal raro mithril. A cota havia sido encontrada e recuperada do tesouro acumulado de Smaug. O mithril havia sido minerado no reino perdido de Moria.
  • Após
    seu retorno inesperado ao Condado, Bilbo foi considerado muito
    excêntrico. Boatos diziam que tinha sacos de ouro e tesouro armazenados
    em seu lar, Bolsão, e que continuava a ter visitas de povos de outras terras, como os anões e o mago Gandalf durante todos os anos.
  • Quando
    Aragorn tinha vinte anos, Elrond revelou-lhe seu nome e herança
    verdadeiros. Nessa época, Elrond deu-lhe o anel de Barahir e os
    fragmentos da espada de Elendil, Narsil.
  • Aragorn
    encontrou-se com Arwen Estrela Vespertina em Valfenda quando era jovem.
    A partir do momento que se encontraram, Aragorn sabia que a amava.
    Quando Elrond percebeu que Aragorn amava Arwen, advertiu Aragorn que um
    grande destino o esperava, ascender aos seus pais ou cair na escuridão.
    Mas até esse tempo, não deveria ter nenhuma esposa nem ligar-se a
    nenhuma mulher. Logo depois disso, Aragorn deixou Valfenda e foi para
    Terras Selvagens para trabalhar na causa contra Sauron.
  • Aragorn
    e o mago Gandalf encontraram-se pela primeira vez e tornaram-se amigos
    alguns anos após Aragorn deixar Valfenda quando jovem. Viajaram juntos
    muitas vezes ao longo dos anos e foram bons amigos.
  • Aragorn
    viajou disfarçado e sob muitos nomes na maior parte de sua vida.
    Durante aqueles anos ele cavalgou com os Rohirrim e também com os
    homens de Gondor, sob o nome de Thorongil. Como Capitão dos Guardiões do Norte, era conhecido como O Dúnadan por muitos. Nas terras fronteiriças adquiriu o nome Passolargo.
  • Como Thorongil, Aragorn foi um grande Capitão de Gondor durante a regência de Ecthelion. Como regente de Gondor, Ecthelion mantinha Thorongil
    em muita estima e considerava-o um grande líder dos homens. Desta
    forma, Aragorn aconselhou Ecthelion para não confiar em Saruman, o
    Branco, mas para acolher preferivelmente Gandalf o Cinzento.
  • Quando
    os piratas Corsários em Umbar provaram ser uma grande ameaça a Gondor,
    Aragorn conduziu seus homens a uma vitória decisiva ao ir para cima da
    frota dos piratas à noite e ao queimar seus navios. Neste momento do
    triunfo, Aragorn enviou a palavra a Ecthelion que outras tarefas o
    aguardavam e que deveria deixar seu serviço. O capitão Thorongil não
    retornou a Minas Tirith e foi visto pela última vez viajando para o
    Leste, para Mordor.
  • Houve muito desânimo na Cidade
    quando o Capitão Thorongil não Retornou, à exceção de Denethor, o filho
    de Ecthelion. Denethor era um homem orgulhoso que nunca gostava de
    ficar em segundo lugar a Thorongil nos corações dos homens e na estima
    de seu pai.
  • Havia também pouco amor entre Gandalf e
    Denethor, e quando Denethor sucedeu à Gerência logo após a partida de
    Thorongil, ele tinha pouco acolhimento para Gandalf em Minas Tirith.
  • Aragorn
    encontrou-se novamente com Arwen trinta anos após seu primeiro
    encontro. Aragorn havia estado em perigo na borda de Mordor, e ao
    retornar a Valfenda, parou em Lothlórien para descansar. Arwen também
    estava visitando ali por um momento. Durante sua estada em Lothlórien
    passaram muito tempo juntos, e ao final de sua estada, firmaram o
    compromisso de sua fidelidade e Arwen havia feito sua decisão para
    viver uma vida mortal.
  • Como neta de Galadriel e filha
    de Elrond, Arwen era considerada um grande tesouro de seus povos, e era
    da mais elevada linhagem Élfica. Quando Elrond aprendeu que Arwen e
    Aragorn haviam prometido seu amor um ao outro, disse a eles que
    concordaria em deixá-los se casar somente se Aragorn retomasse o trono
    de Gondor e Arnor e fosse coroado como Alto Rei.
  • Ao
    longo de todos os longos e perigosos anos enquanto Aragorn viajava
    sozinho ao Leste e profundamente ao Sul, Arwen o vigiava de longe em
    Valfenda.

(Antes da história começar em A Sociedade do Anel. . . Copyright (C) 2004 – Patty Howerton / Skies of Rohan)
 
[tradução de *Aredhel*]