A Guerra do Anel & Suas Datas – Parte 1

Introdução

Chegamos no período em que as guerras, as aventuras, as mortes e tudo mais relatados em "O Senhor dos Anéis" a partir do capítulo do Livro II "O Anel Vai Para O Sul" começam. É a Partida da Comitiva no dia 25 de Dezembro do ano 3018 da TE de Valfenda, rumo aos perigos de Mordor e com o objetivo de salvar os povos da ruína e desgraça de Sauron.

Nomeamos de "A Guerra do Anel & Suas Datas" pois de agora em diante, até o fim da jornada, em 25 de Março, muitos acontecimentos se desenvolverão. Também porque nos baseamos nas datas dos apêndices de “O Retorno do Rei�?. Reunindo então as datas com os fatos, apresentaremos em várias partes toda esta jornada e algumas curiosidades.

Antes de ler a Parte I, não deixe de ler o prefácio desta aventura através de 25 de Outubro – O Conselho de Elrond, no qual conta como se originou esta união contra às forças de Sauron. Tenha uma boa leitura!

 
 

 

Parte I – A Partida da Comitiva

Ao cair da noite de 25 de Dezembro de 3018, a Comitiva do Anel deixa Valfenda, a Última Casa Amiga, seguindo para o Sul, permanecendo à Oeste das Montanhas Sombrias. As palavras de Elrond são claras: de que apenas sobre o Portador do Anel recaem exigências, sendo aos outros, permitida a volta ou desistência no caminho. Porém isso não ocorre, e com certeza a lealdade da Comitiva para com Frodo é decisiva.

A Comitiva é formada dias antes de ela partir. Elrond pergunta a Frodo se ele ainda está disposto a participar da saga, e ele responde que sim. Sam vai com ele. Então sugere a Gandalf que também participe da missão. Em seguida, diz:

“Quanto aos restantes, devem representar os Povos Livres do Mundo: Elfos, Anões e Homens�?.

Então, escolhe Legolas para representar a Raça Élfica, Gimli para representar os Anões e Aragorn para representar os Homens. Boromir também é convidado a acompanhá-los, pelo menos até onde tiver que se separar para voltar a Minas Tirith.

Como sobram duas vagas (Nove para os Nove Nazgûl), Elrond e Gandalf ponderam se Glorfindel e algum outro elfo de Valfenda deve ir, mas Peregrin e Meriadoc acabam por entrar na Comitiva, por causa de sua amizade com o Portador do Anel.

A partida de Valfenda representou o passo inicial rumo à destruição do Um e à conseqüente derrota de Sauron. É o primeiro passo dos muitos que serão traçados pelas longas milhas que separam Valfenda de Mordor e de Minas Tirith.

A viagem segue, melancólica, com ventos gelados e dias sem Sol. Dormindo de dia e caminhando à noite, eles chegarão a Azevim (Eregion de outrora), após duas semanas e quarenta e cinco léguas percorridas. A partir dali o destino dos nove companheiros começará a mudar, já que o plano inicial de Gandalf é passar pelo Passo do Chifre Vermelho, sob a encosta mais distante de Caradhras, mas acabarão tendo de passar pelas Minas de Moria, onde a primeira tragédia ocorrerá.

Continua…

Curiosidade:

Curiosamente, a Partida da Comitiva, que simboliza o começo de uma jornada para enfrentar o mal mais perverso de Arda, o das forças de Sauron, se inicia no dia 25 de Dezembro, o que para o mundo real equivale à festa de Natal. Esta batalha é muito importante para todos habitantes e para o destino da Terra-média, pois depois disso Tolkien diz que o mundo iria transformando-se no mundo dos homens, e depois disso não há mais um mal em forma de seres monstruosos.

Natal é a festa dos cristãos para o nascimento de Cristo, e nas palavras de Reinaldo “Imrahil�? José Lopes, no livro “Coleção 100 Respostas�?, sobre O Senhor dos Anéis, diz:

A partida da Sociedade do Anel no dia 25 de Dezembro, o Natal, é mais óbvia: o nascimento de Jesus Cristo, que marca o início da salvação dos homens, também principia a libertação da Terra-média.

Tolkien foi católico fervoroso, suas obras possuem ensinamentos religiosos, mas ele diz que odeia alegorias, portanto fica a questão: coincidência das datas ou realmente alegoria à data?

Imagem:

O canadense Ted Nasmith ilustrou uma imagem que mostra Gandalf conduzindo os membros da Comitiva com a casa do senhor Elrond ao fundo e o rio desaguando na parte direita:

A Comitiva Deixa Valfenda