Eleni Valinóreva III – Entrevista com Snaga

 
 João Victor Vilas Boas Militani, o Snaga, nasceu em 1986. Mora e estuda em Nepomuceno-MG. Venceu o Eleni Valinóreva III na categoria "Melhor Colaborador com Notícias", tanto na escolha do Júri como do volto Popular.

Colaboradores Valinor: Quando conheceu Tolkien?
Snaga: [huumm] Cerca de um ano antes do lançamento do primeiro filme. Não me lembro muito bem do motivo pelo qual quis comprar o livro…

Colaboradores Valinor: Mas já sabia dos filmes quando comprou o livro?
Snaga: Já. Li varias matérias sobre o filme. Acho que foi por isso que me interessei pelo livro. Fiquei impressionado com o cara querer fazer os 3 filmes de uma só vez fui ver do que se tratava.

Colaboradores Valinor: E leu os demais livros de Tolkien logo em seguida?
Snaga: Só o Hobbit. Mas ainda vou ler tudo!

Colaboradores Valinor: Como e quando conheceu a Valinor?
Snaga: Eu nem tinha internet em casa ainda. Estava num cibercafé e digitei www.tolkien.com.br. Foi amor a primeira vista! Mas eu nem sabia o que era um forum e por um bom tempo eu fiquei só no site.

Colaboradores Valinor: Na verdade é um site com um Forum, hehe.
Snaga: É… só que eu não sabia da existencia do Forum. Comentava nas notícias do site sem nem saber que aquilo fazia parte do Forum. E achava estranho quando eu clicava no logotipo da valinor e, em vez de cair na pagina principal do site, caia na pagina principal do Forum.

Colaboradores Valinor: Por falar em Notícias, você foi o último vencedor da categoria "Melhor Colaborador com Notícias" no Eleni Valinóreva 3, as Estrelas de Valinor. O que achou do resultado?
Snaga: Quanto a eu estar lá: merecido!!! rs… Brincadeira. Eu levei um susto quando vi meu nick nas enquentes. Nem imaginava que eu poderia aparecer ali. Quanto aos outros resultados, eu gostei muito. Não conheço alguns dos que ganharam, mas quase todos em quem eu votei estavam ali!

Colaboradores Valinor: Acha que numa futura edição do Estrelas de Valinor você teria chances de concorrer novamente?
Snaga: Pra falar a verdade, eu não tava correndo atrás. Aconteceu por acaso mesmo. Quem sabe acontece por acaso de novo?