Cuidado com as Compras no Exterior!

 
Com a Internet e Cartões de Crédito Internacionais é possível facilmente fazer compras no exterior, recebendo na comodidade do seu lar. Basta ligar 1406 e você terá… bom, brincadeiras à parte, comprar no exterior atualmente está mais fácil do que ser assaltado em uma grande cidade. Claro que, como toda compra, exige cuidado e atenção.

O primeiro deles, nem preciso comentar, é a segurança do site. Esqueça totalmente aqueles sites que não utilização conexão segura na hora da compra (dá pra saber facilmente, pois no endereço vai constar https:// aou invés do tradicional http://). Fuja dos sites sem segurança como fugiria de uma briga de torcidas organizadas. Em geral, as compras em sites conhecidos e com conexão segura são altamente confiáveis.

O segundo detalhe é não esqueça que os preços estarão em outras moedas (geralmente dólares) e que existe a taxa de entrega, ou frete, que algumas vezes pode chegar a ser bem carinha.

E por terceiro, os impostos. Livros, revistas, impressos e alguns outros poucos produtos não pagam imposto de importação, mas todos os outros pagam. Isso inclui jóias, CDs, DVDs, jogos, produtos de informática, brinquedos e todo o resto. O imposto de importação é de 60% sobre o preço pago pelo produto, incluindo frete. Se a sua compra foi de 80 dólares e teve um frete de mais 20 dólares, totalizando 100 dólares, o imposto será de 60 dólares, fazendo o valor a ser pago subir para 160 dólares. Além disso tem a taxa de ICMS que equivale a mais ou menos 18% sobre o total anterior, ou seja, valor da compra + frete + imposto de importação. No nosso exemplo, teríamos 160 dólares mais 18%, totalizando 188,80 dólares. E ainda temos 2,5% de taxa do cartão de crédito e, dependendo do caso, uns 10 reais de taxa aduaneira. Portanto nossa inocente compra de 80 dólares chega no nosso cartão de crédito como quase 200 dólares, duas vezes e meia o valor original. Ah! A cobrança do imposto é por amostragem, portanto você pode ter sorte e seu produto passar sem ser vistoriado, ou seja, sem os 60% de imposto de importação e os 18% de ICMS.

Portanto, atenção e cuidado nas compras no exterior!

Comentários

  1. Olá Fábio, bom dia!

    Estou desenvolvendo um projeto de uma loja virtual para vender relógios de alto valor para os Brasileiros diretamente dos EUA, quero fazer tudo certinho pois esse projeto será a minha independência financeira.

    Hoje sou gerente do e-commerce de uma relojoaria mais popular aqui no Brasil, lá funciona tudo certo, com nota fiscal, transporte, tudo em ordem.

    Quero fazer desse projeto dos EUA o mesmo perfil, transmitindo segurança e confiança para os futuros compradores que investirão no mínimo US$ 6.000,00 em relógios por compra (+ os impostos, fretes e taxas).

    Você sugeriria algum sistema de transporte entre os países que tenha seguro e que seja confiável?

    No caso dos Impostos, seria essa mátemática acima mesmo? 60% + ICMS sobre impostos e frete?

    Para esse tipo de projeto, qual seria sua sugestão?

    Grato desde já por me ajudar a esclarecer as informações.

    Atenciosamente

    Tarcisio Thomaz