Almiro Pisetta, tradutor de "O Senhor dos Anéis".

[i]Nossa colega [b]Tári Undómiel[/b] assistiu uma palestra com Almiro Pisetta, e nos fez um pequeno review:[/i]

Esta semana eu soube

 

[i]Nossa colega [b]Tári Undómiel[/b] assistiu uma palestra com Almiro Pisetta, e nos fez um pequeno review:[/i]

Esta semana eu soube por meio da minha professora de literatura que o tradutor de “O Senhor Dos Anéis” e “O Hobbit”, Almiro Pisetta, estaria dando uma palestra sobre Shakespeare na Universidade de Rio do Sul, SC.
Pois bem, eu meus amigos fomos lá conferir. Depois de umas duas horas falando, falando, ninguém tinha mais perguntas pra ele, eu levantei o braço (no meio de umas tantas pessoas) e perguntei o que ele como tradutor de uma das obras mais importantes a nível mundial, escritas pelo Prof° Tolkien, como foi essa experiência pra ele. Bem, por ele, se não tivesse traduzido, nunca teria lido o livro, e que só leu mesmo quando traduziu. Nem se lembra mais da história apenas porque viu os filmes…
Ele disse que começou a traduzir no ano de 1992, quando a Martins Fontes conversou com ele. Primeiramente não aceitou, mas depois que ele pediu a uma amiga (Lenita Maria Rímoli Esteves) pra ajudar, ele resolveu topar. A tradução demorou 1 ano e meio e quem traduziu tudo praticamente foi a Lenita, ele só revisou… Ele não disse, mas deu pra perceber que nunca gostou muito. Disse que nem Tolkien ele não conhecia, e daí por diante ele só enrolou.
No final da palestra, a maioria dos meus amigos tinha ido embora. Eu fiquei, pareceu que ele tinha percebido e resolveu “dizimar a culpa” falou que teve uma longa briga com a Martins Fontes na justiça, por causa dos direitos autorais. Ele e a Lenita ganharam na justiça, ele descobriu que quem traduz tem direito autoral da obra.
Ele disse que agora na Martins Fontes tinham algumas pessoas que estavam complicando as coisas…
Ah, ele também ganhou direito autoral nos filmes pela tradução das legendas (são praticamente a mesma do livro) a Warner pagou a ele 100mil reais dos 120 que tinham combinado …
Pulando essas partes, depois da palestra fui conversar com ele, perguntei sobre o que tinha acontecido com algumas “grandes” partes não traduzidas! A resposta dele foi que algumas coisas eles foram obrigados a pular pela pouca disponibilidade de tempo, a segunda pergunta foi se vai sair a nova tradução edição 50 anos.
Vai sair e que é claro não vai ser ele o tradutor, e só vão fazer para não pagarem mais direitos autorais a ele…
Bem como acabaram de ler me decepcionei com ele, pensei que era uma pessoa mais culta nas obras do professor Tolkien, ou pelo menos no SDA, ele pelo que se percebe se sentia desconfortável falando desse assunto.

Ah, ele é praticamente meu vizinho, é formado em teologia e filosofia e parece um padre falado… :lol: