Review da Versão Estendida do Retorno do Rei

Saiu uma nova Review da Versão Extendida do filme “O Retorno do Rei”. Leiam os que não se importarem com spoilers, e mais uma vez morram
 

Saiu uma nova Review da Versão Extendida do filme “O Retorno do Rei”. Leiam os que não se importarem com spoilers, e mais uma vez morram de ansiedade para ver aquilo que parece vir a ser a afirmação final da trilogia!

[url=http://www.theonering.net/perl/newsview/2/1098845508]Review da Versão Extendida no Theonering.net[/url]

[i][Editado pela moderação: Vai aí a tradução][/i]

“Após ter assistido a versão estendida, meu personagem favorito se tornou Denethor. Suas cenas novas deram-lhe tal profundidade que eu me pergunto por que eles as cortaram. Nós descobrimos mais sobre Denethor do que qualquer outro personagem, em minha opinião, e isso quer dizer muito. Descobrimos mais coisas sobre ele não somente pelas suas cenas estendidas e novas, mas por Faramir, o que eu achei que foi um bom toque. Eu também devo creditar o ator que interpretou Denethor [N.T.: Jonh Noble] pelo trecho mais legal de toda a trilogia: Na versão estendida, quando descobrimos que os primeiros níveis da cidade estão em chamas e que os homens os estão deixando, ele diz algo como “Por que os tolos fogem? Eles devem ficar e queimar, queimar eles devem”. Muito legal. Oh, e ele tem uma calorosa troca de palavras com seu filho que se destaca por ser muito dramática. Ela ainda introduz Sean Bean como Boromir de uma forma inesperada!

As Casas de Cura estão dentro também, o que é bom, porque permite que você respire um pouco entre as duas grandes batalhas do filme. Aragorn mostra suas habilidades de cura, as quais nos permitem perceber que ele É realmente apropriado para ser rei e não apenas um pretendente. Este novo segmento também tem momentos delicados netre Éowyn e Faramir, enquanto eles se recuperam de suas cicatrizes das batalhas, o que serve como uma boa conclusão para ambos os personagens e permite aos atores que os interpretam brilharem.

É claro que você deve ter ouvido que agora Saruman foi reinserido no filme, mas deixe-me dizer a você, você se deleitará! A seqüência tem mais de cinco minutos de duração, mas poderia ter tido mais… Saruman tenta mais uma vez trazer Gandalf para sua causa, mas Gandalf não cai na armadilha. Gandalf também finalmente tem a chance de se mostrar como o mago líder da Terra-Média, quando ele diz algo como ‘Não sou Gandalf o Cinzento, a quem você traiu, eu sou Gandalf o Branco e eu o retiro da Ordem’. Desse ponto em diante a seqüência toma um rumo dramático e você fica no limite de seu acento até Saruman encontrar seu destino. Um fim que o transforma em pó.

Um novo personagem é introduzido: a Boca de Sauron. Ele sai do portão negro cavalgando um grande cavalo negro e basicamente fala pelo seu mestre (que é afinal de contas um enorme olho flamejante!). Boca zomba dos membros da comitiva e os faz acreditar que Frodo morreu após torturas sem fim. Ele tem particularmente palavras horríveis para Aragorn.

O que mais eu posso dizer sem me prolongar muito? As Sendas dos Mortos se toram algo semelhante a “Indiana Jones” com novos perigos e armadilhas, há uma seqüência de luta com alguns piratas que foi legal, porque mostra como Aragorn estava apto a tomar toda a frota de navios e trazê-los a Minas Tirith, a jornada de Frodo e Sam se torna muito mais dramática e sua viagem aravés as terras de Mordor é muito ampliada, há muito mais para se descobrir sobre Minas Tirith, Aragorn confronta seu arquinimigo Sauron no palántir inflamado e Gandalf encara um novo desafio quando o poderoso Rei-Bruxo aterrisa à sua frente e o confronta (uma seqüência que você deve ver antes de morrer, é simplesmente legal demais).”