Chutando o Hobbit – Uma Análise das Análises

Quando se trata dos romances de fantasia de J.J.R. Tolkien, a verdade é que os críticos ou os amam ou os odeiam: com relaç
 

Quando se trata dos romances de fantasia de J.J.R. Tolkien, a verdade é que os críticos ou os amam ou os odeiam: com relação � Terra-média, não há meio-termo. Este tem sido o caso desde que Tolkien, um filólogo de Oxford, publicou pela primeira vez seu romance épico O Senhor dos Anéis em três volumes (A Sociedade do Anel, As Duas Torres e O Retorno do Rei), entre 1954 e 1955. E este texto trata justamente disso, de como a crítica especializada encara a obra de Tolkien e de como esta vai se tornando um clássico mesmo a despeito do nariz torcido de vários intelectuais. De fato um texto que faltava na Valinor O texto foi traduzido por Cláudia ‘Claurelin’. [url=http://forum.valinor.com.br/kb.php?mode=article&k=1115&o=1]Chutando o Hobbit[/url]