Espiritualidade escondida no Senhor dos Anéis

A filósofa francesa e especialista em literatura anglo-saxã Irène Fernandez analisa o sentido oculto da obra de Tolkien e sustenta que é necessária uma leitura detalhada de Tolkien para poder captar sua espiritualidade.
 

 

 Assim o defende em um livro recém-publicado na Itália: A espiritualidade do Senhor dos Anéis. O sentido escondido da obra de Tolkien (La Spiritualit del Signore degli anelli. Il seno nascosto dell’ opera di Tolkien, editorial Elledici), um livro que saiu em versão original francesa com o nome Et si on parlait… du Seigneur des Anneaux (Presses de la Renaissance). A autora quer dissipar mal-entendidos e sugerir o triunfo da misericórdia na obra de J.R.R. Tolkien. Irène Fernandez, membro do comitê de redação da revista católica internacional Communio, sustenta que no Senhor dos Anéis, a perspectiva cristã é essencial, e diz que lhe confere uma coerência secreta e segura que constitui toda sua força e explica um sucesso duradouro. O catolicismo de Tolkien não é fácil de perceber à primeira vista, reconhece a autora, mas não está tão escondido como para não encontrá-lo, na condição que se busque não como solução para uma adivinhação, mas como o princípio de uma inspiração. Tolkien disse que sua obra era uma ficção e que ainda que fizesse pensar em algumas passagens bíblicas, a Encarnação é uma realidade infinitamente superior ao que eu nunca ousaria enfrentar, recorda Fernandez.

Sds Bopup de Gondor