Mensagens cifradas em SDA ou… é chato ser gostoso.

A edição de dezembro da revista Mundo Estranho (da Super Interessante) vem com uma interessante e polêmica matéria sobre “l
 

A edição de dezembro da revista Mundo Estranho (da Super Interessante) vem com uma interessante e polêmica matéria sobre “lendas, citações e mensagens cifradas em O Senhor dos Anéis”.
Pois bem, já estamos carecas de saber que Tolkien negava qualquer tipo de alegoria em sua obra, porem defendia sua “aplicabilidade”.
A própria matéria da Mundo estranho admite isso mas alega que um dos segredos do sucesso da obra do professor é exatamente “permitir uma grande variedade de interpretações”.
As tais interpretações levantadas pela revista, trazem velhas polemicas e algumas referencias muito bem fundamentadas (eles devem ter pesquisado em alguma fonte muito boa).
De um lado a revista lembra da relação entre a Europa disfarçada em Terra-média e da influencia do finlandês no quenya.
Por outro lado levanta a velha polemica da relação entre a erva de fumo e a maconha e uma suposta influencia Shakeasperiana na obra do professor.Shakeaspere? Pois é, segundo a Mundo Estranho, a marcha dos ents rumo a Isengard lembra em muito aviso ao rei Macbeth de que seu reino cairia quando uma floresta marchasse em sua direção.Em Macbeth, um exercito camuflado com galhos de arvores se torna a grande ameaça ao reino.
A revista morde e assopra, pois apesar de levantar a polemica, lembra que Tolkien afirmou que a erva de fumo era tabaco e que o professor odiava a forma tola como Shakeaspeare tratava os elementos mitológicos.
Outras “interpretações” da Mundo Estranho , lembram da aliança entre elfos e anões e entre americanos e soviéticos durante a segunda guerra.
Uma suposta comparação de Tolkien entre os cientistas que criaram a bomba atomica e os elfos que forjaram os anéis do poder.
Influencias de Merlin e principalmente Odin na criação de Gandalf, e a relação entre mitologias antigas e o um anel:
O mito judaico do anel dado a Salomão que poderia aprisionar almas perversas e é claro o mito germanico do Anel dos Nibelungos.

Bom, mas o melhor da matéria é a garantia de que seu autor realmente fez uma bela pesquisa. Se suas conclusões podem ter sido “exageradas”, com certeza a fonte de sua pesquisa era excelente.
Nas indicações de links da matéria o primeiro dos links é esse aqui:
[url]www.tolkien.com.br[/url]

Não entendeu ? Então digite esse link no seu navegador e veja onde vc vai parar…
Pois é…é chato ser gostoso. 8-)