“Tauriel definitivamente vai viver uma história de amor”, revela Evangeline Lilly

THE HOBBIT: THE DESOLATION OF SMAUG (2013)<br /><br />
EVANGELINE LILLY

Parece que a triz Evangeline Lilly resolveu mesmo abrir o jogo e contar detalhes polêmicos sobre sua personagem em O Hobbit.

Em entrevista recente a atriz disse que a elfa da floresta é “mais áspera, espontânea e apaixonada”, se comparada a Legolas e ao Rei-Élfico Thranduil, e uma “assassina letal e impiedosa” além de ser uma jovem elfa de apenas 600 anos. Agora, de acordo com o Cinema com Rapadura (via ComingSoon), a atriz deu declarações ainda mais controversas sobre sua personagem e que pode arrepiar a espinha e os cabelos dos fãs mais puristas, e mesmo daqueles que tentam ter a mente mais aberta.

Inicialmente Evangeline Lilly diz novamente que Tauriel tem o porte menos “nobre” do que os elfos que já conhecemos:

“Tauriel comanda a Guarda dos Elfos”, diz Lilly. “Ela é de uma ordem de elfos inferior aos que conhecemos em ‘O Senhor dos Anéis’. Ela não detém o mesmo tipo de status que Arwen, ou Galadriel, ou Elrond, ou Legolas. Tauriel meio que vai um pouco contra esta ordem social dos elfos”.

Então lança uma polêmica declaração sobre a elfa viver uma história de amor:

 “Tauriel definitivamente vai viver uma história de amor. Não posso dizer muito a respeito. Não é algo grandioso e que receba todo o foco, mas está lá e é importante, já que guia Tauriel, sua história e atitudes”.

Questionada se essa história de amor tem algo a ver com o elfo Legolas, Lilly diz:

“A relação de Tauriel com Legolas é significante. Eles se conhecem desde que eram crianças, e o pai de Legolas, Thrandruil, tem certo apreço pela elfa e vê algo especial nela. Assim, se você cresce lado a lado com alguém e o pai dessa pessoa tem um lugar em seu coração para você, uma guerreira fantástica, acho que não é difícil que Legolas a perceba. É tudo que posso dizer”, disse.

Declarações polêmicas e que podem aguçar a imaginação e o ódio de muitos fãs.

A criação da personagem por si só já gerou polêmica e rejeição desde o início do projeto, já que a personagem não é original, ou seja, não é uma criação do autor de O Hobbit, J. R. R. Tolkien, mas foi criada por Peter Jackson e roteiristas, pois o romance de Tolkien, segundo eles, carecia de personagens femininas. E só cresceu com a notícia e declaração do ator Aidan Turner de que seu personagem, o anão Kili, se apaixonaria pela elfa, apesar de ele mesmo achar que não seria correspondido. Até mesmo o visual da elfa desagradou alguns fãs de Tolkien, já que ela apareceu ruiva nas fotos que vazaram da prévia de A Desolação de Smaug. Elfos ruivos são extremamente raros nas obras de Tolkien e apenas uns poucos são creditados com essa característica física (como Amrod e Maedhros, dois dos sete filhos de Fëanor com Nerdanel, além da própria – em O Silmarillion).

Por tudo isso, Evangeline Lilly tem motivos para sentir medo da rejeição dos fãs, como já demonstrou no passado (confira aqui e aqui)? “Estou com medo, muito medo, porque minha personagem não está realmente no ‘O Hobbit’. Meu papel é uma ideia de Peter Jackson, Fran Walsh e Philippa Boyens, e os fãs vão amá-la ou desprezá-la, porque ela não está originalmente lá”.

Comentários

  1. Os puristas são um bando de chatos e só pensam no visão deles, nem viram o filme ainda e já ficam de mimimi. Esperem o filme sair para criticar. Eu li O hobbit várias vezes, obviamente o livro funciona como livro, mas filme carece de certas mudanças. A linguagem é totalmente diferente. O filme tem e agradar ao público geral e não apenas os fãs do Tolkien. Para os fanáticos, sempre haverá os livros. Sobre a personagem, eu acho que as pessoas estão se preocupando a toa. Acho que estão dando importância demais a ela, nem creio que ela terá tanto destaque e provavelmente essa história de amor que a atriz cita, talvez nem seja um romance de fato. Ela disse que isso é o que guia a personagem, talvez seja só pra dar uma direção de como ela deve se comportar na história. Relaxem, esperem o filme estrear e depois arranquem seus cabelos, sejam ruivos ou não.

    1. Sou purista, vi o primeiro filme e ele foi exatamente o que eu pensei:
      Uma bosta.
      Acho que a tendência é piorar.

      1. Melhor assim. Dessa forma tu nem precisas gastar indo ao cinema para ver os próximos 2 filmes, certo?

        Deixe que a “tendência de piorar” seja vista por todos os outros que gostaram do primeiro filme.

        :)

      2. Purista é o cara egocentrista declarado. Ele leu o livro e quer um filme exatamente fiel. Então que pague um diretor para faze-lo!

    2. Concordo! Qual a graça se o filme for exatamente igual ao livro? Tem que inovar! E como disse, sempre teremos os livros! Quer ler a história original, leia o livro! Um livro não cabe realmente inteiro no cinema, que chatice!!

  2. A única coisa que me incomoda é essa orelha falsa sei la poderiam botar um efeito nisso para disfarçar. kk

  3. Nada de purismo para mim. É uma adaptação cinematográfica, eu espero apenas que eles sejam fiéis com cenas importantes. Se acréscimo dessa personagem não alterar o rumo da trama em si e deixar o filme mais interessante, não vejo nada de mau.

  4. Ow Please meu POVO… Vamos esperar as coisas acontecerem, Amo o Livro, já os li varias vezes… e como O Hobbit é um livro só kkkk esse eu li mais ainda… Ainda assim eu aprendi a respeitar a obra cinematográfica!!! Vamos dar uma chance,e esperar pelo menos o filme estrear, e ver A relação de Tauriel com Legolas entrar em ação… Depois disso sim, formem opinião!!!

  5. Da onde ela tirou que o legolas tem o mesmo status que Elrond, Arwen, GALADRIEL?????????????
    Elfo do mato = Realeza dos Noldor???????????
    Francamente, né atoa que colocaram essa fi ruiva. Tá achando que é filha do Feanor.

  6. Eu acho que seria problemático, se a personagem criada se torna-se protagonista da história. Mas não é o caso… a linguagem é diferente (livro/filme) e é uma ADAPTAÇÃO e não uma reprodução do livro. Eu amo a mitologia de Tolkien, mas acho estes puristas tipo aquele primo metaleiro chato, que vai no churrasco de família no domingo e fica reclamando do pagode que as tias ficam escutando. É simples, não vá ao cinema se este tipo de insignificância te causa tanto torpor.

    1. E vc é daquele que coloca pagode e aumenta o som até o primo metaleiro fazer algum gesto de contrariedade pra vc dizer: olá, falei!!!

  7. As pessoas precisam entender que filme é uma coisa e livro é outra. Sim, claro que são obras correlatas e intimamente ligadas, mesmo assim uma adaptação não é uma transcrição absolutamente literal. Eu tenho a tendência de ser purista, mas sei que é preciso ser tolerante a algumas coisas. Por exemplo, fiquei ligeiramente chateado pelo papel de Azog e pela inimizade forçada antes da hora entre Thorin e Thranduil e elfos em geral. E eu acho que uma das cenas mais importantes, senão A mais importante (pro desenrolar da história total), foi abreviada desnecessariamente (Adivinhas no Escuro). Ainda assim, achei Uma Jornada Inesperada um filme sensacional.
    Vou torcer por um bom papel desta elfa. A minha aceitação está condicionada exclusivamente pelo desempenho e bom gosto da personagem, e não por pertencer originalmente à história. Claro que se for ruim eu vou criticar sim. Mas confio no Peter Jackson.

    1. Concordo com o colega. Eu sou um purista (gostando alguns ou não disto), mas entendo que a ideia de um filme funciona diferente da ideia de um livro. Não fico ofendido com a criação de personagens, todavia, as situações deturpadas são bem mais problemas.

      Criar uma elfa não é problema, ter romance com um elfo parece ser até algo normal, mas ficarei chocado se arrumarem um “par romântico” para Thorin, como se fosse necessário ele parecer com o Aragorn. Os problemas são as deturpações….espero que P.J. não comenta este sacrilégio.

      1. Finalmente gente sensata! Sempre digo isso! Quer o original, leia o livro! O cinema é uma adaptação para surpreender até quem ama o livro! Eu acharia chato ver exatamente o que li no livro, nas telonas; acho completamente válido as pequenas alterações. :)

  8. Não que eu seja purista, longe disso, mas sei lá, não vejo mal nenhum na adaptação nem na criação dessa personagem, oque me incomoda são as pessoas que só veem o filme e tomam ele como a verdade e depois vem discutir como se fosse o maior fã de todos etc. E aposto que depois do lançamento desse filme vão aparecer vários desse tipo em tudo que é lugar.

  9. Como de costume o filme vai ter em torno de 3 horas, então da pra encaixar sossegado ela ali, to muito ancioso pra ver.

      1. Tomara que P. J. não detone o Thorin….primeiro acabou com a barba que deveria ser gigantesca (como deve ser a barba de um anão ilustre e velho – ou pelo menos deveria aparentar ser o mais velho da companhia); só falta acabar com motivação dele.

        A motivação de Thorin é apenas a riqueza e o domínio sobre Erebor. Qualquer coisa diferente disto é “sacrilégio” e uma deturpação inaceitável do livro.

        Nem estou reclamando do “cavanhaque” em vez de uma barba para o Thorin, pois entendo que Hollywood precisa de um “galã” para alegrar as “menininhas”, mas mudar as motivações/determinações não é nem um pouco aceitável.

  10. Uma mulher élfica ruiva é basicamente material pra galera que curte um redhead no xvideos. Ruivas estão na moda, e dane-se a morfologia da raça.
    Não acho ruim nem nada a personagem, afinal de contas é uma adaptação, e adaptações precisam de mudanças, pois são mídias diferentes, os filmes e os livros. A gente tá cansado de saber de tudo isso e sabe que o Peter não decepcionou em LoTR e nem no primeiro filme de O Hobbit.
    Aguardem pra criticar depois do filme ;)

  11. O personagem dela será tão ruim quanto oq ela fez em Lost: cheia de ação, hábil com armas, ativa, e vazia com motivações forçadas.

    Mas estes esta longe de ser um problema relevante pro filme, ele já carece de alma!

  12. Ué o povo reclama da personagem elfa que não existe no livro o Hobbit? Tem alguem aqui que leu GOT e viu o capitulo do Casamento Vermelho? Vão saber bem o que é adpatação. A mesma coisa.

  13. Tem que ser purista sim! Vai adaptar a PQP! Tem que ser fiel em tudo. Quem não gosta vai assistir o Quarteto “fantárdigo”! É graças aos “puritas” e fãs fiéis que a obra chegou aonde chegou. Não é graças ao cinéfilos que não sabem nada da literatura do senhor Tolkien. O filho dele tem razão pra não aprovar esses filmes. Infiéis!!!!!

    YOU SHALL NOT PASS!!!!

    1. Não entendo por que essas adaptações, colocar uma personagem que nem aparece no livro, ah meu pra acabar! Isso faz com que se perca o interessante do livro! Quem é fã le os livros e ponto final. Esses manes das adaptações só pensam na grana e os acomodados assistem o filme e dizem que são fãs, bando de orcs nojentos voltem ja pra Angband!
      YOU SHALL NOT PASS!!!!

    2. Esses dois comentários só me fazem ver com mais clareza o quão cego e mente fechada uma pessoa pode chegar com essa história de “purismo”. Sinceramente.

      1. Concordo com você, já li o livro e imagino que a fidelidade que os ditos puristas querem não caberia em uma adaptação cinematográfica seja de Tolkien ou qualquer outro autor para mim o importante é que o essencial da historia seja mantido e se a atriz tiver uma boa atuação não creio que o vá estragar a historia. O fato de uma elfa guerreira não ser mencionada não quer dizer que ela não exista. As obras de Tolkien não são fáceis, é preciso ler com muita atenção para compreender o mundo criado pelo professor.

    1. Acho que ela vai ter uma caso é com o FILI kkkkkk… Pois no filme do Senhor dos Anéis(no cinema) não foi passado a paixão do Glimi por Galadriel… Acho bem a cara do PJ… Não vejo problema coloca uma Elfa com destaque ate por que os elfos não nascem do barro, e não é possível que em um Reino Elfico nenhuma elfa tenha habilidades de guerra…

  14. If you happen to frequent areas that are heavily traveled by
    the architects of the greatest activities that humankind can participate in.
    When traveling, be it for too long. Yes, let’s put together your total refund
    when you treat a problem naturally. Economic and political fault lines which lay unacknowledged by the skimpy clothing they arrive in Spain in, think
    it really is.

  15. Logo que foi anunciado que o PJ ia filmar O Hobbit e que essa elfa ia estar no meio, já fechei a cara. Mas, dude, relaxa e observe o resultado! Critiquem depois, falow?
    OBS.: Man, a Tauriel não é Sinda né? Putz, cara, que orelha são aquelas?? Muuuuuuito estranhas… o.O

  16. Eu adoro os livros, e fiquei super satisfeita com a adaptação de O Hobbit, em alguns dos capitulos do livro sao citados alguns elfos da floresta e nao esta especificado se sao elfas ou elfos, eu não vejo problema em colocar uma personagem feminina, ou trazer o Legolas de volta.

  17. muitos desses fãs ”puristas” estão se esquecendo de um detalhe: QUERENDO OU NÃO,PETER JACKSON TAMBÉM É FÃ DOS LIVROS DE TOLKIEN. Então façam o seguinte, se a adaptação dele dos livros para o cinema não agradam a voces, vão lá e façam voces mesmos uma adaptação que gostem. Ah, esqueci,voces não tem apoios de grandes estúdios,nem patrocínio, nem dinheiro para tanto né…kkkkkkkkkk.. então arranquem seus cabelonhos,que é o máximo que podem fazer…kkkkkk

  18. Só acho q inventar personagem é escrotice e foge totalmente do original. Uma adaptação ou outra vá lá, mas inventar uma merda de uma personagem sem sentido só pra ter romancezinho com o Légolas é muita falta do q fazer pqp //

  19. Eu sou purista e esse romance pra mim não mudou muita coisa.
    Eu sei muito sobre a mitologia Tolkien e ela não é um Eldar, e a grande maioria das informações que o Tolkien passa sobre cor de cabelo é em relação a eles. Tudo que agente sabe sobre os ruivos eh que eles sao Noldor que são Eldar. Ou seja não sabemos quase nada sobre a cor do cabelo dos elfos silvestres e portanto também não podemos afirmar que não existiam ruivos.

  20. Cara, sou fa do livro e amei o filme a desolação de smaug
    Acho que é falta do que fazer criticar um filme que na minha opinião estava ótimo
    Essas pequenas mudanças que fazem o filme mais surpreendente.
    Entendo que alguns fãs não tenham gostado dessas mudanças poi acham que a obra clássica de tolkien
    Seja legal do jeito que é mas na minha opinião eu gostei muito da tauriel e da idéia de peter Jackson de ter o legolas no filme.
    Acho que quem não gostou ainda tem o livro e pronto!criticar o filme é perda de tempo

  21. Cara, sou fa do livro e amei o filme .

    Entendo que alguns fãs não tenham gostado dessas mudanças pois acham que a obra clássica de tolkien
    Seja legal do jeito que é mas na minha opinião eu gostei muito da tauriel e da idéia de peter Jackson de ter o legolas no filme.
    Acho que quem não gostou ainda tem o livro e pronto!criticar o filme é perda de tempo!:-P

  22. Achei até muito boa a idéia de ter esse certo romance entre legolas e tauriel deu um certo sentido à história da elfa e acho que esse detalhe não teria motivo para abalar ninguém!!!:-)