Entrevista com o diretor Peter Jackson!

Abaixo, a entrevista completa de Peter Jackson dada à revista americana Entertainment Weekly, cujo scan das páginas publicamos aqui.

 

EW- O Senhor dos Anéis teve um enorme impacto sobre você fisicamente. Você está animado para esta maratona de novo?

 PJ- Bem, não há como você não estar estimulado para filmagens como estas. Muitos filmes, regularmente, gravam em torno de 50 e 80 dias, e nós fizemos O Senhor dos Anéis em 266. Eu pensei: “Bem, eu nunca sobreviverei a uma maratona dessas novamente”. Mas quando nós estávamos passando pelo cronograma para O Hobbit, eu senti uma dor terrível no meu estômago quando vi que nós teríamos que filmar 254 dias. Temos apenas 12 dias a menos de diferença em relação ao O Senhor dos Anéis, apesar de estarmos fazendo apenas dois filmes. Quando vi isso, tive a sorte de me erguer do chão e seguir em frente. [Risos] Você acaba de chegar de um estado de extremo cansaço e fica lá. Mas tudo bem. O filme mantém você em movimento. Eu devo dizer, essa é a surpresa com O Hobbit: eu realmente não previa a quantidade de diversão que nós teríamos. Estamos trabalhando com grande parte da mesma equipe de O Senhor dos Anéis e, obviamente, alguns dos atores como Ian McKellen, Cate Blanchett, Hugo Weaving e Andy Serkis estão de volta, por isso é como uma reunião. Além disso, temos todos os rapazes novos. [Nota: Depois desta entrevista, Jackson anunciou no elenco Evangeline Lilly como Tauriel e Barry Humphries como o Grão-Orc.]

 

EW- Quão satisfeito você está com seus anões?

 PJ- Eles estão fantásticos. Eles são uma turma muito louca.

 

EW- Tenho certeza de que Martin Freeman, que interpreta Bilbo, tem estudado de perto a interpretação de Ian Holm como o velho Bilbo em O Senhor dos Anéis. Quão importante é que eles se correspondam com precisão?

 PJ- Nós procuramos torná-los compatíveis, mas sem ser uma personificação.

 

EW- Pode-se dizer pelas fotos que Martin Freeman se adaptou também com as orelhas.

PJ- Ele se adaptou às orelhas, e ele tem pés bem legais. Eu acho que ele tem o maior pé hobbit que tivemos até agora. Eles são um pouco difíceis de entrar, mas ele conseguiu descobrir um jeito hobbit de andar que é perfeito.

 

EW- Observando estas fotos de casa de Bilbo – Bolsão – você ainda tem os conjuntos originais de O Senhor dos Anéis ou estes são recém-construídos?

PJ- Nós conservamos o Bolsão original, mas neste intervalo de 10 anos o transformamos numa casa para receber hóspedes, para que as pessoas pudessem de fato viver e dormir no local. 

 

EW- Como tem sido para Ian McKellen interpretar Gandalf novamente?

 PJ- Ele está em fantástica forma. De certa maneira, seu papel em O Hobbit tem mais dificuldades técnicas do que teve em O Senhor dos Anéis, porque ele tem cenas com 14 personagens menores -, obviamente, os anões e o hobbit são mais baixos. Uma das primeiras coisas que filmamos para O Hobbit, com o Ian, foi essa cena de sete páginas em Bolsão onde eles estão discutindo o que fazer nesta sua busca. Ian tinha que se sentar sozinho em um palco com tela verde, e sei que ele constatou que experiência altamente frustrante e difícil isso é. Lembro-me de dizer a ele [risos]: “Olha, isso não é Esperando Godot ou Rei Lear. Isto é O Hobbit. Isto é a coisa real”.

 

O diretor Peter Jackson ainda falou um pouco mais e explicou esta cena abaixo:

 

“Esta cena em particular é quando os anões aparecem sem serem convidados à casa de Bilbo”, explica Peter Jackson. “Em vez de colocá-los para fora, ele acolhe toda a tropa, então Gandalf chega e Bilbo percebe que sua presença está sendo solicitada em uma aventura – em uma missão para recuperar um pouco de ouro e lidar com um dragão. Bilbo, na verdade, tem que assinar um contrato que os anões escreveram, e não há nada como letras miúdas na língua dos anões”.

 Sobre filmar em 3D:

“minha filosofia com a filmagem em 3D é fazer absolutamente como eu faria com 2D”, diz o diretor. “James Cameron tem sido muito útil nos dando dicas. Porque ele filmou Avatar aqui nos mesmos estúdios que estamos usando, e temos um monte de gente da mesma equipe – que por acaso também são veteranos de O Senhor dos Anéis. Tem sido muito bom”.

 Sobre Ian McKellen como Gandalf:

“Quando fizemos O Senhor dos Anéis”, diz Jackson, “eu olhava para o Ian e via Ian McKellen vestido como um personagem chamado Gandalf. Mas no intervalo de tempo de 10 anos, olhando para o que ele criou – a barba, a cabeleira, a voz, o traje – ele transformou-se num ícone. Então, o que é estranho para mim em O Hobbit, é que eu estou sentado no set conversando com o Ian e – se eu desviar o olhar para a equipe e olhar para trás de novo – eu não vejo Ian McKellen, vejo Gandalf ao meu lado”.

A primeira parte, The Hobbit – An Unexpected Journey (O Hobbit – Uma Jornada Inesperada), tem data de estréia para 14 de dezembro de 2012. Já a segunda parte, The Hobbit – There And Back Again (O Hobbit – Lá e De Volta Outra Vez), tem data de estréia é para o dia 13 de dezembro de 2013.

 

Comentários

  1. “Quando fizemos O Senhor dos Anéis”, diz Jackson, “eu olhava para o Ian e via Ian McKellen vestido como um personagem chamado Gandalf. Mas no intervalo de tempo de 10 anos, olhando para o que ele criou – a barba, a cabeleira, a voz, o traje – ele transformou-se num ícone. Então, o que é estranho para mim em O Hobbit, é que eu estou sentado no set conversando com o Ian e – se eu desviar o olhar para a equipe e olhar para trás de novo – eu não vejo Ian McKellen, vejo Gandalf ao meu lado”.

    Pense em um cara sortudo! AH,Pj,que inveja de você…
    Bom ,de qualquer maneira,amei a entrevista.E caramba,254 dias? Isso é uma maratona e tanto,não é a toa que deu úlcera no PJ quando ele descobriu que era todo esse tempo! Hahaha.

  2. Nossa! Deve ser muito legal essa sensação de ver Ian, o ator, como o próprio personagem Tolkieniano, Gandalf. Algo fantástico!

    1. Por isso que eu disse que ele é sortudo Manolo! Ah,se fosse eu no lugar do PJ….Deve ser MUITO Louco.

    1. Bom,poizeh,úlceras nunca vêm acompanhadas de diversão…T.T
      Mas,eu também aceitaria uma pra fazer parte do filme (LOL,nah,eu falo isso porque nunca tive uma…)
      Pobre PJ,pobre Ana,é o estresse povo,vcs tem que se acalmar! (Zuera,não se ofenda,Ana)

      1. Como diria Zagalo: “é estranho, é estranho”. Mas não me recordo sobre especificações físicas sobre os anões que fosse contraria a esta caracterização, sendo assim, é questão de se acostumar.
        Embora eles estão mais para emos delicados dos filmes de vampiros que pra anões viris de SdA.

        1. Ah, não (Hehehehe – não resisti)! Aí já é demais para minha imaginação!
          Kili e Fili, nessa imagem, não são anões! São humanos!
          O Ori, que também aparenta ser um jovem anão, pelo menos ostenta, com algumas tranças, uma singela barba de Fauno – como diria o pessoal do “TheOneRing”. Kili e Fili destoam muito do Mito! Estão representados em um padrão de beleza “humano” (não diria padrão de beleza élfico por conta das barbas).
          A comparação do “EW” contém muita propriedade, visto que, como comenta o crítico de cinema Pablo Villaça, os “vampiros” do “Crepúsculo”, por destoarem tanto da Mitologia Vampírica, não podem ser considerados Vampiros. “São fadas!” – destaca o crítico.
          Fico imaginando o Kili, nessa beleza de ator de novela, beijando as barbas de uma anã!

          1. Acredito que o que salvará esse representação – tão humana! – do Kili e do Fili, mantendo-os no Mito dos Anões, será a atuação da computação gráfica. Ficará interessante esse visual trabalhado na estatura naugrim e ao lado dos 11 companheiros, do Bilbo e do Gandalf! Vamos aguardar alguma foto ou a divulgação das primeiras cenas.
            Mas, cá entre nós (sem querer entrar em questões polêmicas, mas já entrando!): “Sub-crie” dois anões morenos ou negros aí!!! Descendentes de alguma tribo que viveu em rumos do Rhûn, nas regiões orientais das Colinas de Ferro!!! Isso não é impossível!!!

  3. Hum, não sei, gostei do Fili.
    Com certeza Aidan em Being Human, não era nenhum Bela Lugosi em Dracula.
    Talvez seja essa a medida da estranheza, o que esperamos encontrar contra as novas idéias.
    A propósito, eu prefiro Bela Lugosi, quanto ao Kili, vou pagar para ver! ;0)

  4. Peraí pessoal…
    Voces estão considerando o Fili bonito?
    para os anões ele é o mais feio de todos os tempos, pois foge ao padrão de beleza deles. Da mesma forma que existem humanos que parecem anões. e são considerados digamos… diferentes. entrem no espírito do filme e respeitem a feiúra do Kili. rsrs