Warner decide tirar O Hobbit da Nova Zelândia

Com US$ 500 milhões em jogo, a Warner Bros./MGM não quer saber de arriscar. O estúdio decidiu que as filmagens de O Hobbit, de Peter Jackson, não irão acontecer na Nova Zelândia. E foi o próprio Jackson quem deu a notícia ao site local The Press.

“O dano infringido na nossa indústria cinematográfica (pelo sindicato dos atores) está feito faz tempo”, lamentou o cineasta neozelandês.

Os problemas começaram depois que o sindicato de atores do país reclamou das condições trabalhistas e pediu que a produção fosse boicotada. As negociações tem sido intensas nas últimas semanas, inclusive com a interferência do primeiro ministro, John Key, que defende que a Nova Zelândia não pode perder um investimento desse porte, que proporciona ganhos incalculáveis em termos turísticos, além da geração de empregos. 

A ameaça de boicote foi retirada na noite de ontem (19) e, em uma última tentativa, funcionários da indústria cinematográfica local fizeram uma marcha na capital, Wellington, cantando “Save the Hobbit” (salvem o Hobbit) e segurando faixas e cartazes que diziam “SOS Hobbits” e “Keep it Made in New Zealand” (Deixem ele ser feito na Nova Zelândia). Mas, pelo que disse Jackson, dificilmente alguém conseguirá fazer a Warner mudar de ideia.

Segundo o diretor, toda a confusão fez com que o estúdio perdesse a confiança na indústria.

“E eles agora estão preocupados, com toda razão, sobre a segurança de seu investimento de US$ 500 milhões. Na próxima semana o pessoal da Warner virá ao país para providenciar a mudança da produção. Parece que não podemos fazer filmes em nosso próprio país mesmo quando um financiamento substancial está disponível”, lamentou.

Resta agora saber qual será o próximo destino de O Hobbit. Pelo menos quatro países já se ofereceram para receber a produção: Estados Unidos, Canadá, Escócia e Irlanda.

Fonte: Vírgula

Comentários

  1. que seja na Escócia então! A estética das filmagens seria menos prejudicada, apesar que, o climax de “senhor dos anéis” poderá ser totalmete perdido!

  2. Nossa, lamentamos não ser na Nova Zelandia, mas…temos a Irlanda que tem um bom palco para essas filmagens e, em segundo, para mim a Escócia também Thiago. Vamos esperar um decisão e que vença o melhor Anão hehehe…

  3. é esse sindicato deve tar comendo o pão que o Sauron amassou, pois como é que pode pessoas que deviam estar gratificadas pelo seu pais ganhar milhoes com o turismo e sua poderosa Industria cinematografica, fazer isso com Peter e sua equipe coitado do Richard Taylor um dos maaiores artistas que eu já vi, tenho fé que na ultima hora a Terra media vai voltar ao seu lugar de Origem, malditos Australianos querem ser os donos do Pacifico e da Oceania como os EUA querem ser os donos do mundo. Bom fans brasileiros no site THEONERING.NET tem uma pequena votação onde diz qual pais voçe quer ver o Hobbit eu é claro escolhi a Nova Zelandia que está com 82 % porcento, vote der sua opinião.

  4. Os estúdios estão certissimos em mudar de locação e garantir que finalmente os filmes saim do papel e que o investimento deles não virem áqua. Este valor podem quebrar o estúdio se der errado.

    Os sindicatos australianos agora dizem que não vão boicotar mais as filmagens. Mas quem garante que quando chegar na metade das filmagems, onde um volume enorme de recursos já foi gasto, os sindicato de atores se aproveite para chantagear os produtores e estúdios?

    Werison… acorda!

  5. Depois de tantos problemas é claro que a Warner prefere não correr o risco de ter que lidar com uma greve de atores. Esse sindicado deu um tiro no pé , nesse momento não devem ser a instituição mais querida da Nova Zelandia…

  6. Realmente, um soco no rosto, mas acredito que a culpa seja mesmo desse maldito “sindicato”, e não dos engravatados dos EUA como disse o Werison.

    Realmente a NZ é o lugar perfeito mas é bom saber que ainda “contamos” com a Escócia e Irlanda.

    E pensando a fundo, realmente 500 milhões não são 500 mil.

  7. Lamentável! Fico muito triste com essa notícia! Caso as chances sejam realmente de 0%, que seja ao menos na Escócia!

  8. Realmente é triste, mais fico feliz por saber que pode ter varios e varios paises dispostos a abrigar as filmagens, espero que seja feita no canada, ou leste europeu, montanhas perfeitas por esses lugares!

  9. É pena mesmo que isto tenha acontecido, mas a haver outro País que seja a Escócia ou a Irlanda. São de facto os dois Países com melhores condições paisasisticas para realizar este filme.

  10. Droga, foi como um soco no rosto quando recebi essa noticia, que droga porque esse engravatados imbecis só pensam em dinheiro mesmo, droga de EUA, gosto tanto da Nova Zelândia é um pais belissimo não tem outro pais no mundo capaz de substituir a Terra Kiwi,esses paises citados são todos artificializados pela poluição industrial, a Nova Zelandia é um pais unico, com paisagens que ´só eexiste lá, já visitei uma vez é como esta no paraiso ou no céu, que pena. vamos fazer um abaixo assinado e enviar a Warner queremos a Nova Zealandia.