Filmagens de “O Hobbit” podem ocorrer em novembro! Porém…

Porém, parece que a MGM está passando por um período decisivo de sua existência. O Los Angeles Times, em um artigo de duas páginas, divulgou na última segunda-feira a atual fase pela qual o estúdio está passando.

Após nove meses de discussões tumultuadas e de incertezas sobre o futuro da Metro Goldwyn-Mayer, seu destino agora está nas mãos de seus credores, não mais de seus antigos gestores. Ou seja, quem manda agora são os detentores de sua dívida (US$ 3,7 bilhões). Pessoas com pouco experiência no negócio do entretenimento e que estão ignorando uma oferta da Time Warner  (US$ 1,5 bilhão) e um plano de reestruturação para levantar US$ 1 bilhão em capital novo, além de não estarem chegando num acordo com os gestores do estúdio para salvá-lo. Os credores pressionam para vendê-lo, mas esperavam lances muito mais elevados.

Apesar de a oferta da Time Warner (a melhor até agora) não ter sido rejeitada oficialmente, os executivos da gigante Warner Bros., por um lado, estão frustrados pelo processo demorado. E por outro lado, porque a Warner é co-parceira da MGM na produção de “O Hobbit”, que é a detentora dos direitos de filmagem do livro de J.R.R. Tolkien. No entanto, no relatório liberado pela MGM, o projeto consta como “atualmente em desenvolvimento”.

CineClick divulgou ontem que, apesar desse futuro ainda incerto da MGM, as mais recentes informações (Aceshowbiz e Deadline Hollywood ) dizem que a fotografia principal do longa-metragem está prevista para iniciar-se em novembro deste ano, na Nova Zelândia. Além da liberação de informações sobre o elenco definitivo; e que a primeira parte do filme ainda é prevista para ser lançada em dezembro de 2012. Também noticiou que os dois roteiros já foram concluídos e, que em junho próximo, haverá uma grande reunião na Nova Zelândia para determinar se “O Hobbit” será lançado em 3-D ou não.

Será que “O Hobbit” é a carta na manga da MGM?  Haverá como co-financiá-lo? Sem dúvida que “O Hobbit” é um dos filmes mais aguardados dos últimos tempos. Praticamente, desde que O Retorno do Rei saiu de cartaz, já se falava na possibilidade de filmarem “O Hobbit”. Há muito dinheiro em jogo, e muita expectativa em torno do filme. Os próximos meses serão decisivos. Respirem fundo!

Fontes: Los Angeles Times e CineClick